INÍCIO

domingo, 28 de setembro de 2014

Prova da atuação corrupta da Globo, para fraudar a nossa democracia

Para um posicionamento cidadão consciente, marca que deveria ter todo cidadão de bem, é fundamental a possibilidade de se ter acesso às informações dos fatos, respeitando-se os princípios básicos do jornalismo, que são: IMPARCIALIDADE e OUVIR AMBOS OS LADOS. Princípios esses que, há muito tempo, a velha mídia brasileira jogou no latão de lixo.
A flagrante manipulação feita por ocasião da Copa das Copas, só não viu quem não quis, é prova irrefutável disso. Assim, na ausência dos preceitos básicos de um jornalismo comprometido com a verdade, o cidadão corre o risco de ter uma visão distorcida da realidade. Uma situação forjada, deliberadamente, pela velha mídia, para fazer do seu voto uma ARMA DE DESTRUIÇÃO da nossa cidadania.
Eu tenho uma experiência pessoal, para contar. É uma prova irrefutável de como a Globo é manipuladora e NÃO MERECE CREDIBILIDADE.
Como Collor ganhou a eleição? Todos viram a flagrante manipulação da Globo. 
Boni, ex-chefão da Globo, descaradamente, confessa que manipulou o debate entre Collor e Lula. Mas, talvez você não tenha atentado para a manipulação da Globo pelo “fora Collor”. Eu não havia percebido até que tive a oportunidade de comparar as seguintes situações:
Por ocasião das denúncias contra o ex-presidente Collor, principalmente pelo clima de indignação criado pela mídia, todos os cidadãos de bem foram às ruas clamar pelo Impeachment. Eu participei ativamente desse clamor.


Fiz um cartaz que dizia "35 milhões de votos não dão direito a ser ladrão". No dia seguinte, 21/09/1992, o cartaz foi destaque, na primeira página do jornal O Globo. Também mandei duas cartas para a coluna "Cartas dos leitores", que foram publicadas. Veja  a imagem de uma das cartas, abaixo:

Pois bem, veio a era FHC, com graves denúncias de corrupção, como, por exemplo, a de que seu filho, Paulo Henrique, era a segunda pessoa de poder dentro da empresa que "comprou" a Vale do Rio Doce e outras estatais. Também mandei cartas para o Globo. Quantas eles publicaram? Nenhuma.

Foi então que eu caí na real. A mim a Globo NÃO ENGANA NUNCA MAIS.
Talvez Collor não seja esse monstro que a Globo pintou...
Você teve a oportunidade de conhecer o outro lado da história?
Acredito que o grande erro de Collor foi ter retido a poupança do povo, aconselhado por André Lara Rezende, hoje indicado para ser operador de mercado, num eventual governo de Marina Silva (vai vendo...). Mas, não foi esse o motivo da oposição da Globo.
Collor não vendeu uma empresa estatal sequer. Os escândalos que motivaram o seu impeachment não envolveram recursos públicos. Portanto, na pior das hipóteses, ELE FOI MUITO MELHOR QUE FHC.
Os indícios de corrupção da era Collor chegam a ser ridículos em relação aos indícios de corrupção da era FHC. Por exemplo, reforma da casa da Dinda, utilização do Fiat Elba, e por ai vai.  Imagine se podem ser comparados com a privataria tucana, Caso Banestado, Caso Banco Marka, etc?
Penso o seguinte: o que aconteceu foi que ele não quis se submeter aos interesses da Globo, para implementar as estratégias neoliberais. Afinal, NÃO FOI PARA SE APROXIMAR DO BRIZOLA ela que o elegeu. A Globo não o perdoaria, pois ela odiava o Brizola.
Infelizmente a maioria do povo, até hoje, nunca teve noção do que realmente aconteceu.
O povo precisa saber que A GLOBO TEM LADO E NÃO É O SEU.
Para mim o lugar da Globo é no lixo da história.
Acorda povo brasileiro!
 Para não se deixar enganar, conheça a história da Globo, acesse o livro que desapareceu das livrarias – pode ser baixado aqui. Pois, conhecer a história da Globo é fundamental para o cidadão NÃO SE DEIXAR ENGANAR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário